Movimento Plástico Transforma

MUITO ALÉM DOS NÚMEROS DA INDÚSTRIA DE RECICLAGEM DE PLÁSTICO

 

          Um estudo aprofundado sobre o setor apresenta o que mudou nos últimos dois anos

Mais que grandes números, a pesquisa de reciclagem, realizada pela MaxiQuim, aponta mudanças significativas na sociedade a partir de um trabalho realizado a muitas mãos.

A reciclagem mecânica de resíduos plásticos tem colaborado com o aumento de empregos ou renda extra. Além disso, tem transformado o modo de vida de muitos, educando sobre a importância de repensar o consumo e reaproveitar  resíduos  .

Este estudo teve como objetivo apresentar - e esclarecer - todo o contexto que envolve o processo, bem como suas grandes contribuições para o país e colaboradores do setor.

  Enxergando além dos números!

Importância Social e Econômica:

O volume de plásticos pós-consumo reciclados no Brasil teve um  crescimento de 10% , em relação a 2018. 

Foram  838 mil toneladas  !     

Confira outros números abaixo:

17,9 MIL EMPREGOS  foram gerados na indústria de reciclagem mecânica.

As vagas foram ofertadas por  empresas e cooperativas de reciclagem  , que têm grande importância social, contribuindo com a geração de renda e, cada vez mais, com o desenvolvimento de colaboradores que garantem o sustento de suas famílias.

695 EMPRESAS EM OPERAÇÃO , dessas 82,5% das recicladoras entre Sul e Sudeste.

  

Com mais oportunidades de crescimento, a  sustentabilidade e a economia  seguem de mãos dadas estimulando novas ações e iniciativas sustentáveis por todo o país.

R$ 2,5 BILHÕES em faturamento bruto

VOCÊ SABIA?

56,5%  dos   resíduos reciclados são PET!

De onde vem e para onde vai:

Quem imagina que a maior parte dos resíduos vem de empresas vai ficar surpreso ao descobrir, que mais da metade dos resíduos vem dos lares. Por esse motivo, nós, do Movimento Plástico Transforma, estimulamos a prática dos 4 Rs da Sustentabilidade.

Um deles é:  REPENSE o seu consumo.

•  52,5%  do plástico reciclado vem do uso doméstico

•  28%  resíduo pós-industrial

•  19,5%  pós-consumo não doméstico

    

O Sudeste se destaca como a região que mais consome os materiais plásticos reciclados e as  838 mil toneladas  se dividem da seguinte forma:

•  55,5%  Sudeste (464 mil t)

•  27%  Sul (226 mil t)

•  11,3%  Nordeste (95 mil t)

•  4,8%  Centro-Oeste (40 mil t)

•  1,4%  Norte (12 mil t)

 

   O estudo apontou que ainda há uma porcentagem de perda no processo de reciclagem, em decorrência da contaminação no momento da triagem, adesivos ou sujeira orgânica, além de cores indesejadas.  135 mil toneladas  foram identificadas no período.

Agora, queremos saber: você separa os seus resíduos adequadamente?

Contribua com o processo de reciclagem e seja um agente dessa transformação!  😉♻ 

Existem lixeiras para cada tipo de material, indicadas por cores conforme abaixo. Mas, para facilitar em casa, você pode ter 2 lixeiras: uma para orgânicos e a outra para recicláveis.

Acesse o Movimento Plástico Transforma nas redes sociais:

                                      

ECONOMIA CIRCULAR E O PLÁSTICO

Vamos falar de um jeito novo de produzir e consumir?

ESTAÇÃO PLÁSTICO TRANSFORMA

A KidZania tem o desafio de trazer ao mundo real uma cidade que é...

PLÁSTICO, GRANDE POTENCIAL DE TRANSFORMAÇÃO

O plástico pode ser reciclado diversas vezes, o que faz dele um material com grande potencial de reaproveitamento.